Dificuldades Alimentares

O CICLO da recusa alimentar!

As dificuldades alimentares são muitas vezes enfrentadas por cuidadores sobrecarregados, cheios de medos e crenças limitantes que, sem o apoio necessário, acabam optando por práticas de alimentação extremamente contraproducentes.

A maioria dessas práticas é definida por metas para fazer com que a criança coma mais, menos ou coma diferentes tipos de alimentos. Geralmente, o resultado é completamente o oposto e, quanto maior a pressão, maior será a resistência ou o retrocesso da criança.

Infelizmente, a maioria das famílias de crianças com dificuldades alimentares está no centro da espiral e tem estado lá por meses ou anos. É um lugar difícil de se voltar.

Difícil, mas não impossível.

É imprescindível antecipar desafios, informar, capacitar e apoiar os pais com as melhores práticas de alimentação que se ajustem as suas famílias, para que não se encontrem presos nessa espiral sem fim.

Talvez o aspecto mais trágico de todos seja o fato de que a falta de apoio e os maus conselhos, muitas vezes, vêm dos especialistas que os pais pedem ajuda: pediatras, nutricionistas, fonoaudiólogos, psicólogos…

E aqui vem uma informação muito importante: mesmo que um em cada três cuidadores fale com o médico do seu filho sobre uma questão alimentar, quase que universalmente nenhum profissional da saúde aprende, em sua grade curricular, como uma criança aprende a comer.

Conheça a abordagem da Disciplina Positiva diante dos desafios na alimentação! Acesse meu Curso Online clicando na imagem abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *